terça-feira, 15 de agosto de 2017

Tarte de Pêssego e Amoras

Nesta altura do ano os pêssegos abundam por todo o lado, por isso toca a aproveitar esta fruta maravilhosa!
Sejam eles vermelhos ou mais alaranjados, com pêlo na casca ou sem, a verdade é que estão por aí a colorir e a perfumar os nossos dias.
Eu que gosto tanto de pêssegos, pus-me a pensar que este ano ainda não tinha feito nenhuma receita com eles, e aproveitei o desafio do Sweet World das queridas Lia e Susana , para os utilizar nesta deliciosa tarte de fruta.
Massa:
  • ½ chávena de farinha s/fermento
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 3 colheres de sopa margarina+2 colheres de sopa de manteiga, cortadas em cubos pequenos
  • 3 colheres de sopa de água gelada
Recheio:
  • 6 -7 pêssegos maduros em fatias
  • 1 colher de sopa de sumo de limão
  • 1 chávena +1 colher de sopa de açúcar (cobertura)
  • uma pitada de canela
  • pitada de sal
  • 4 colheres de sopa de amido de milho
  • 10 amoras silvestres
Para fazer a massa:
Com um processador de alimentos, pulse a farinha, o sal e açúcar cinco vezes. Adicione a margarina e pulse 10 vezes até ficar uma mistura areada. Adicione a manteiga cortada e pulse mais um pouco ou até que a manteiga fique do tamanho de ervilhas. Adicione 1 colher de sopa de água, de cada vez, enquanto pulsa até que a massa comece a formar em bola.
Deite a massa numa superfície enfarinhada e divida-a em duas (uma ligeiramente maior do que a outra) e pressione para baixo, para formar um disco. Enrole em pelicula aderente e refrigere os discos por uma hora.

Para fazer o recheio:
Corte os pêssegos em fatias e coloque-os numa taça grande. Misture o pêssego já fatiado com sumo de limão, e 1 chávena de açúcar, a canela e o sal. Deixe o pêssego a macerar por uma hora. 

Pré aqueça o forno para 200ºC.
Retire a massa do frigorífico e estenda-a com o rolo numa bancada polvilhada de farinha. 
Forre uma tarteira de 22cm de diâmetro com esse disco e leve novamente ao frigorífico. 
Entretanto, estenda o outro disco e corte tiras longas com um cortador de massa e reserve.

Retire as fatias de pêssego da taça e reserve ½ chávena desse sumo de pêssego.
Num tachinho, adicione o amido de milho à 1/2 chávena de sumo de pêssego e mexa muito bem para se livrar de alguns grumos.
Aqueça o sumo de pêssego com amido de milho e algumas fatias de pêssegos em lume médio. Cozinhe até engrossar e com a ajuda de um garfo esmague os pedaços de pêssego.
Adicione esse puré aos restantes pêssegos e transfira para a tarteira já preparada.
Coloque as amoras silvestres sobre os pêssegos.
Com as tiras de massa faça uma decoração a seu gosto e polvilhe com um pouco de açúcar.
Leve a cozer ao forno por 25 minutos a 200ºC e depois reduza o calor para 180ºC e continue a assar por mais 15 minutos ou até ficar bem douradinha. Retire do forno e deixe arrefecer, leve ao frigorífico até servir.

Receita do blog Pint Sized Baker
Acompanhado com uma bola de gelado, fica ainda melhor! 

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Beringelas recheadas

A receita de hoje é simples e muito saborosa e além disso é saudável, por isso não se vão arrepender.
Tenho feito de várias maneiras e não me têm desiludido, mas estas são as que mais sucesso fazem aqui por casa. Se ainda não experimentou beringelas recheadas está na hora de o fazer.
  • azeite q.b.
  • sal  q.b.
  • pimenta q.b.
  • 400g de carne vaca picada
  • 1 cebola
  • 1 dente de alho
  • 3 tomates maduros
  • 1 cenoura pequena
  • queijo mozzarella ralado
  • 3 beringelas médias
Lave as beringelas, retire-lhes as pontas e corte-as longitudinalmente.
Com uma colher, retire-lhe todo o miolo, tendo o cuidado de não furar a pele das beringelas.
Corta-se em pedaços pequenos o recheio das beringelas e a cenoura.
Numa frigideira faz-se um refogado com o azeite, a cebola, o alho e logo que a cebola esteja translúcida adiciona-se o tomate maduro triturado. Deixe refogar mais um pouco e por fim adicione a cenoura picadinha e o miolo das beringelas, o sal, a pimenta e a carne deixando cozinhar por algum tempo. 
Retifique os temperos se necessário.
Dispõem-se as metades de beringela num pirex e distribui-se o preparado de carne e legumes pelas metades. Por cima polvilha-se com queijo ralado e vai ao forno a gratinar cerca de 30 minutos, sendo que nos primeiros 20 minutos o pirex deverá estar coberto com papel de alumínio para que as beringelas possam ficar tenras e não tostem demais.
Acompanhe com salada a gosto.
Bom apetite!

domingo, 6 de agosto de 2017

Bolo de Limão & Sementes de Papoila

A receita de hoje é bem simples e aromática!
Já há muito tempo que queria experimentar este bolo de Limão com Sementes de Papoila.
Fica um bolo muito saboroso! As sementes de papoila dão-lhe uma textura muito agradável. 
  • 150g de margarina Vaqueiro sabor a manteiga
  • 180g  açúcar amarelo
  • 3 ovos L
  • raspa de 1 limão
  • 50g de coco ralado
  • 225g de farinha
  • 1 colher de sobremesa de fermento
  • 1 iogurte natural cremoso
  • 1 colher de sopa de sementes de papoila
Unte uma forma de bolo inglês com manteiga e forre com papel vegetal. 
Pré aqueça o forno a 180ºC.
Numa taça, coloque a margarina amolecida, misture o açúcar e envolva tudo com a batedeira.
Junte os ovos e as raspas de limão, e volte a bater durante 3 minutos.
De seguida, acrescente metade da farinha, do côco ralado e as sementes de papoila.
Bata mais um pouco, e adicione depois o iogurte e o resto da farinha e do côco, para voltar a bater.
Disponha a massa na forma e leve ao forno durante 40 minutos. Faça o teste do palito.
Finalmente, retire o bolo do forno e deixe que arrefeça.

Receita adaptada do Prato do Dia do 24Kitchen
Bom apetite!  

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Pana Cotta de Maracujá

E assim chegou o tão desejado mês de Agosto, mês das merecidas férias, de descanso e ausência de horários. E para o celebrar da melhor forma, nada melhor que uma fantástica sobremesa! 
Trago mais uma deliciosa Panna Cotta (que em italiano significa literalmente “nata cozida”) é uma sobremesa típica da região italiana do Piemonte, elaborada a partir de natas de leite, açúcar, gelatina e especiarias. Consome-se sozinha, com compotas ou com fruta fresca.
É uma sobremesa deliciosa e bem simples, semelhante a um pudim, que pode ser servida depois de um bom almoço ou jantar em família.
Esta é a sobremesa que fiz em camadas para levar à 51.ª edição do Dia Um…Na Cozinha.
Panna Cotta de Maracujá 
  • 400ml de natas para bater
  • 200g de iogurte natural
  • 90g de açúcar
  • 1 vagem de baunilha
  • 3 colheres de sopa de polpa de maracujá
  • 4 folhas de gelatina incolor
  • 2 maracujás para decorar
Comece por amolecer a gelatina em água fria.
Numa caçarola pequena aqueça as natas com o açúcar e a vagem de baunilha aberta e sementes raspadas. Quando começar a ferver, retire do lume.
Remova a vagem, junte a gelatina espremida e misture vigorosamente com um fouet. 
Deixe arrefecer. Junte o iogurte e a polpa de maracujá e misture bem.
Distribua em tacinhas. Coloque no frigorífico até solidificar ou no congelador para ser mais rápido.

Geleia de maracujá:
  • 300g de polpa de maracujá
  • 2 e ½ folhas de gelatina incolor
Amoleça a gelatina em água fria.
Aqueça a polpa de maracujá até ferver. Adicione a gelatina já espremida e misture. Deixe arrefecer.
Distribua por cima da panna cotta em camada fina ou coloque no fundo da taça e deixe ficar ligeiramente inclinada no frigorífico até solidificar. Depois com cuidado junte a panna cotta à geleia e leve novamente ao frigorífico até servir.
Decore com maracujá natural.
Deliciem-se e votos de boas férias!

sábado, 29 de julho de 2017

Gelado de Nectarina e Buttermilk

Com o tempinho quente só apetece mesmo algo fresquinho e doce!
A receita de hoje é de um gelado muito fácil , que pode servir como sobremesa ou até mesmo como um lanche para refrescar. Fazer gelados em casa não é complicado, o que é difícil é fotografá-los num dia de calor!! 
Gelado de Nectarina e Buttermilk
  • 3 nectarinas/pêssegos  maduros frescos
  • 1 colher de sopa de sumo de limão
  • ½  chávena de leitelho ou buttermilk
  • 1/2 colher de chá de extrato de baunilha
  • 200ml de natas
  • ½  chávena de açúcar
  • 2 gemas de ovo
Descasque as nectarinas/pêssegos e corte-os aos bocados. Eu gosto de usar um descascador serrilhado (uso o da Borner) para fazer o trabalho, os pequenos dentes afiados facilitam o descascamento de pêssegos macios e maduros. Coloque os pêssegos num processador de alimentos e processe até ficar homogéneo.
Misture o buttermilk, os pêssegos e o sumo de limão e coloque a tigela na geladeira.
Bata as gemas noutra taça.
Num tacho pequeno, leve as natas e o açúcar a aquecer apenas até aguentar a temperatura com o dedo. Verta uma parte da mistura das natas nas gemas, e bata rapidamente.
Em seguida, despeje lentamente a restante mistura de gema de ovo nas natas quentes, mexa muito bem. Leve novamente ao lume e cozinhe, mexendo constantemente, até engrossar e cobrir a parte de trás de uma colher. Não deixe ferver.
Deixe o creme arrefecer um pouco e, em seguida, passe-o através de um passador fino e adicione à mistura de leitelho e pêssego. Arrefeça rapidamente.
Depois de arrefecer, coloque a mistura na sorveteira até ganhar a cremosidade desejada.
Siga as instruções do fabricante da sorveteira.

Receita do blog The View From Great Island
Bom fim de semana!

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Massada de Mexilhão e Berbigão

Que eu sou doida por massa não é novidade nenhuma.
Frutos do mar e peixe tem tudo a ver com o verão, e esta receita veio para ficar!
Que massada deliciosa, cheia de sabor a mar e a verão!
  • 1 cebola picada
  • 50g azeite
  • 3 dentes de alho
  • 1 pimento vermelho em pedaços
  • 1 lata pequena de tomate inteiro
  • 400g miolo de mexilhão
  • 50g miolo de berbigão
  • ½ chávena de água
  • ½ chávena de vinho branco
  • 600ml de água de abrir os bivalves
  • 250g de cotovelinhos finos Napolitana
  • Sal q.b
  • Pimenta q.b.
  • Coentros picados q.b.
Coloque os mexilhões e o berbigão previamente lavados, num tacho com ½ chávena de água e ½ chávena de vinho branco e deixe cozer por 5 minutos ou até estarem totalmente abertos. Apague o lume e deixe arrefecer.
Retire o miolo dos bivalves e coe a água. Reserve.
Num tacho grande junte a cebola picada, o alho picado e o azeite. Deixe refogar.
Adicione a lata de tomate e o pimento e deixe cozer mais um pouco, depois com uma varinha mágica reduza tudo a puré. Junte a água dos bivalves e pimenta, deixe ferver.
Adicione a massa e deixe cozer por 8 minutos, vá mexendo para não agarrar ao fundo do tacho. Retifique os temperos, (só nesta altura é que adiciono sal, se necessário)
Junte o mexilhão /berbigão reservados, e envolva.
Sirva com coentros picados.


Receita inspirada do blog Sweet My Kitchen
Bom apetite!

domingo, 23 de julho de 2017

Pipocas Caramelizadas

As Pipocas são o snack mais apreciado e que sabe bem a qualquer hora, verdade?
E agora que chegaram as férias e os bons momentos de lazer nada melhor que umas pipocas para acompanhar!
Estas são super fáceis de fazer e nem precisam de óleo para a confeção, e o melhor de tudo é que ficam muito crocantes e bem gostosas.
Martinha, espero que gostes de pipocas, pois estas vão para a tua mesa dedicada ao milho.
Pipocas Caramelizadas
  • 30g de água
  • 15g de açúcar
  • 30g de milho para pipoca
Misture numa taça a água com o açúcar.
Adicione o milho e envolva bem.
Tape a taça com papel celofane e com o auxílio de uma faca 4 furos.
Leve ao microondas, a 600w ou à temperatura máxima por cerca de 5 minutos. 

** Quando o intervalo entre um estouro e outro começar a ficar mais longo, pare o micro-ondas para não queimar as pipocas já prontas.
Bom apetite!

Receita da querida Ana Filipa, do blog Petiscana
Hum, tão boas!!

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Cookies de Arroz e Chocolate

Há por aqui alguém, como eu, que gosta de petiscar quando está a trabalhar ou quando sente um ratinho no estômago?
Este é um snack muito prático para levar na mala e comer quando temos um ataque de fome ou para as crianças levarem para a escola. É uma alternativa mais saudável que as opções de compra, visto estarem carregadas de açúcar e produtos processados.
As opções são imensas, podemos combinar todo o tipo de cereais, sementes, frutos secos, etc… fica um pouco ao nosso gosto e preferência.
Além de crocantes devido ao arroz tufado são bastante saciantes e muito fáceis de fazer!
Cookies de Arroz e Chocolate
  • 1 e ½ chávenas de arroz tufado 
  • 150g de chocolate negro Pantagruel
  • 1 colher de sopa de mel
  • 25g de margarina Vaqueiro sabor a manteiga
Derreta o chocolate em banho-maria com cuidado - o vapor não pode entrar em contacto com os ingredientes. Misture bem até ter o chocolate totalmente derretido. Adicione a margarina e o mel e misture.
Num recipiente largo deposite o arroz tufado e o chocolate e misture tudo muito bem.
Forre uma travessa ou prato largo, e comece a fazer pequenas bolas com as mãos (cuidado para não se queimar) e espalme de forma a ficarem com a forma de pequenas bolachas. Leve ao frigorífico durante 2 horas. Ao fim desse tempo guarde numa caixa hermética fechada no frigorífico.
Bom apetite!

domingo, 16 de julho de 2017

Muffins de Farinha de Milho

E porque faz hoje 3 anos que esta aventura começou, trago uma receita bem simples que quase não necessita de apresentação.
Muffins, quem não gosta? 
As crianças vão adorar e os adultos também!
Estes são de farinha de milho, coco e laranja e ficaram bem fofos e húmidos, ideais para levar para o lanche ou para a praia. 
Para além de servirem para celebrar o aniversário do blog, vão também para o desfio da Martinha do blog Intrusa na Cozinha cujo ingrediente principal é o milho. 
Muffins de Farinha de Milho
  • 2 ovos L
  • 160 g de farinha de milho
  • 40g de farinha de arroz
  • 50 g de farinha de trigo
  • 120 g de açúcar amarelo
  • 50g de óleo de coco
  • 200 g de leite de coco
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 pacote de natas
  • 1 colher de chá bem cheia de fermento em pó
  • raspa de uma laranja
  • 1 colher de sopa de coco ralado
  • açúcar e canela q.b.  para polvilhar
  • amêndoa laminada q.b. para decorar
Separe as claras e bata-as em castelo, e os restantes ingredientes, bata no liquidificador.
Vai ficar uma massa lisa e fluída. Deite essa mistura numa taça e acrescente as claras em castelo bem devagar, e envolva até incorporarem totalmente.
Distribua uniformemente a massa pelas forminhas de papel. Se desejar pode polvilhar com amêndoa laminada.  
Leve ao forno pré aquecido a 180°C por aproximadamente 40 minutos, ou até espetando o palito, este saia seco (mas levemente húmido).
Retire do forno e polvilhe com açúcar e canela (opcional) e deixe arrefecer numa rede.
Depois de frios guarde numa caixa hermética.
Bom apetite!

sábado, 8 de julho de 2017

Baked Alaska

O nome Baked Alaska teve origem em 1876, em Nova Iorque, no Delmonico's Restaurant, esta sobremesa foi supostamente criada para celebrar a compra do Alaska aos Russos.
É composta por camadas de gelado de vários sabores, sobre numa cama de pão-de-ló e posteriormente envolvido com merengue e levado ao forno bem quente apenas o tempo suficiente para dourar o merengue.
Esta linda e sofisticada sobremesa, é o 18º desafio do Sweet World das queridas Lia e Susana, a quem aproveito para agradecer por nos darem a conhecer estas maravilhosas receitas do Mundo.
Sem dúvida, uma sobremesa fantástica para saborear nos dias quentes de verão!
Baked Alaska

Podem fazer estas receitas de gelado de baunilha e de gelado de morango.

Brownie:
  • 60g de chocolate negro
  • 40g margarina Vaqueiro sabor a manteiga
  • 140g açúcar amarelo
  • 1 ovo L
  • 60g farinha
  • 1 maçã ralada
  • uma pitada de sal

Pré aqueça o forno a 180ºC.
Derreta o chocolate com a margarina no microondas. Junte o açúcar e mexa para ajudar a arrefecer e também dissolver mais depressa. Adicione o ovo, e quando estiver bem incorporado envolva a farinha e o sal e por fim a maçã ralada. Leve a cozer ao forno numa forma (usei de 17 cm) untada e polvilhada de farinha durante 30 minutos. Faça o teste do palito, a massa tem de estar levemente húmida no centro. Desenforme e deixe arrefecer.

Recheio:
50g de doce ou compota a gosto (usei de morango)

Merengue Suíço:
  • 2 claras de ovo
  • 60g açúcar

Leve ao lume em banho-maria, as claras e o açúcar. Bata até amornar e dissolver o açúcar. Retire do lume e bata até arrefecer e ficar bem firme. Use de imediato.

Montagem:
Forre uma taça redonda (usei uma com 17 cm) com pelicula aderente (de forma que preencha as paredes da taça).
Deite o gelado de morango no fundo e alise a superfície. Leve ao congelador por 30 minutos. Espalhe um pouco do doce e leve novamente ao congelador por 15 minutos. Repita todo o processo novamente com o segundo gelado e por fim coloque o disco de brownie que deverá estar à mesma medida e deixe ficar no congelador por 4 horas.
Desenforme cuidadosamente (se não conseguir mergulhe a taça até metade em água quente) e retire a pelicula aderente.
Com uma espátula, cubra totalmente com o merengue e decore a seu gosto. Queime com um maçarico ou leve ao forno pré aquecido a 200ºC durante 3 minutos.
Pode servir ou congelar novamente.

Receita adaptada do livro “ A Vida Secreta dos Gelados Caseiros” da La Dolce Rita

Nota: por uma questão de falta de tempo, nesta receita usei gelados de compra.
Para uma taça de 17 cm como a minha, devem usar apenas 1/2 receita de cada gelado.
Fez as delicias de todos aqui em casa.
Bom fim de semana!